terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Registro de Técnico de Arquivo

Há exatamente 6 anos atrás, estive na Delegacia do Ministério do Trabalho/RJ no sentido de obter informações do Registo na Carteira de Trabalho de Técnico de Arquivo.

Como bem sabemos, não há no Brasil curso regular técnico de arquivista, mas soube que é possível conseguirmos nosso registro no Ministério do Trabalho.

A regulamentação da profissão de arquivista é um instrumento fundamental para que os estudantes possam solicitar seu registro de Técnico de Arquivo na carteira de trabalho e que irá facilitar muito na hora de tomar posse nas 42 vagas de Técnico de Arquivo que serão preenchidas nas IFES, a partir de 2014.

A carga horária mínima para ser Técnico de Arquivo é de 1.110 horas, segundo a legislação. Na época (2008) conversei com a responsável pelo registro da profissão na DRT-RJ que me informou a documentação necessária:

Ter cumprido mais que 1.110 horas do curso de Arquivologia (a partir do 5º Período)
1 Cópia do CPF (autenticado)
1 Cópia do RG (autenticado)
1 Cópia da frente e verso da Carteira de Trabalho (autenticado)
Documento com o período que está cursando
Declaração da Universidade informando que vc está cursando Arquivologia
O Decreto de reconhecimento do curso de arquivologia da sua universidade.

Sugerimos que leve também a cópia da Lei para justificar o seu pedido e que pode ser acessada aqui:

LEI Nº 6.546, DE 4 DE JULHO DE 1978

No Rio de Janeiro, que emite o registro de Técnico em Arquivo, o endereço do setor de Registro de Profissão da Delegacia do Ministério do Trabalho/RJ fica:
Rua da Imprensa 01 - Centro
Rio de Janeiro-RJ
(a dica de referência é que fica ao lado do prédio Gustavo Capanema (MEC) - Rua da Imprensa com a Rua Araújo Porto Alegre)

Soubemos também que na DRT-AL é possível conseguir o Registro de Técnico em Arquivo, mas é necessário confirmar antes de se deslocar até Maceió.

No ultimo Simpósio Baiano de Arquivologia (2013) houve uma mesa redonda sobre o Conselho Federal de Arquivologia composta pelo Daniel Beltran (AAERJ), Débora Flores (ENARA) e Claudio Rodrigues (AABA/ARQUIFES), uma das propostas foi a de incentivar que os estudantes busquem seu registro de Técnico em Arquivo e os Arquivistas o seu Registro Profissional.

Cabem aos estudantes, em outros estados, fazerem um levantamento de informações nas Delegacia Regionais do Trabalho visando mapear quais são os Estados que emitem este registro, dentro destes termos que abordamos.

13 comentários:

  1. Oi! Como você citou, existem vagas para IFs na profissão de Técnico em Arquivo. Minha pergunta é: Como tomar posse desse cargo, se não existe este curso técnico? Não é solicitada experiencia, mas o curso técnico. Sou Técnico em Administração, serve? Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Bruno Rodrigo Cezario

      O registro de Técnico em Administração não serve. O edital é bem claro.

      Excluir
  2. Oii! Onde existe esse curso? Pois nunca ouvi falar.
    Não posso prestar o concurso sem o mesmo?
    Att. Marcelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo,

      O Curso de Técnico de Arquivo, será implantado em algumas IF's (antiga escola técnica), iniciando por Sudeste de MG, olhe essa matéria http://www.aargs.com.br/index.php/noticias/348-curso-tecnico-de-arquivo-a-distancia-if-sudeste-mg

      Excluir
  3. O curso de Arquivologia existe em 16 universidades no Brasil. Aqui em João Pessoa-PB o curso é disponível em duas universidades (UEPB- UFPB), para ser técnico em arquivo é necessário ter cursado 1110 horas do curso de Arquivologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ludimila, não se faz necessário mais as 1110 horas em Arquivologia, saiba mais acessando o grupo www.fb.com/groups/registrotecnicodearquivo

      Excluir
    2. Boa noite.
      Esse link que você citou está indisponível para visualização. Você teria um outro para informar sobre a necessidade ou não dessa carga horária do curso de arquivologia para conseguir o certificado de Técnico em Arquivo?

      Excluir
    3. Bom dia, informamos que nenhum curso de graduação em arquivologia possui autorização para emissão de certificado de Técnico em Arquivo. E que o IF Sudeste de MG estará oferecendo o curso, conforme link abaixo:
      http://arquifes.blogspot.com.br/2016/06/mocao-de-congratulacoes-ao-ifsudestemg.html

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Quantas horas são necessárias para o curso técnico em arquivo. Existe esse curso em Brasília?

    ResponderExcluir
  6. JÁ TRABALHO EM ARQUIVO HÁ 14 ANOS E TENHO CURSO TECNICO PELO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ.
    GOSTARIA DE SABER SE SERVE PARA EU ME TORNAR UM TECNICO EM ARQUIVO?

    ResponderExcluir
  7. JÁ TRABALHO EM ARQUIVO HÁ 14 ANOS E TENHO CURSO TECNICO PELO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ.
    GOSTARIA DE SABER SE SERVE PARA EU ME TORNAR UM TECNICO EM ARQUIVO?

    ResponderExcluir
  8. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1970-1979/L6546.htm

    ResponderExcluir